Após chuvas no Sertão, infestação de pequenos sapos assusta moradores - Universidade Ufo Brasileira
Universidade Ufo Brasileira , Após chuvas no Sertão, infestação de pequenos sapos assusta moradores , America Latina , Avistamentos , Casos Nacionais , Catástrofes , Intrigante , Mistérios , Noticias ,
Após chuvas no Sertão, infestação de pequenos sapos assusta moradores
4/ 5 stars - "Após chuvas no Sertão, infestação de pequenos sapos assusta moradores" Sapos espalhados pelas ruas Jardim Petrópolis em Petrolina, PE. Biólogo tranquiliza as pessoas e diz que não há motivo para pânico. ...

Após chuvas no Sertão, infestação de pequenos sapos assusta moradores

Sapos espalhados pelas ruas Jardim Petrópolis em Petrolina, PE.
Biólogo tranquiliza as pessoas e diz que não há motivo para pânico.
Após chuvas no Sertão, infestação de pequenas rãs assusta moradores
Toads espalhados pelas ruas Jardim Petrópolis em Petrolina, PE.
Biólogo tranquiliza as pessoas e diz que não há motivo para pânico.
Juliane Peixinho

Infestação de sapos em Petrolina, no Sertão de Pernambuco (Foto: Reprodução/ TV Grande Rio)


No Sertão de Pernambuco, residentes no bairro Jardim Petrópolis na Zona Oeste de Petrolina de, estão assustados com a infestação de pequenas rãs. As últimas chuvas causaram inundações nas ruas e estas acumulações de água são anfíbios emergentes. Eles se espalham por meio do bairro e para entrar nas casas.


A quantidade de aftas é ótimo que se espalham pelas ruas 26, 22, 28 e 25 do Jardim Petrópolis. A dona de casa Francisca Furtado relata que leva para tentar varrer a calçada e tomar a aftas. "Está cheio de sapo. A minha parede está cheia de manhã e todos os dias eu tenho que tomar, mas eles acabam voltando."

Até mesmo casas que estão fechadas, não são protegidos sapos. "Eu corro todo o Brasil ea primeira vez que eu o vi, ele estava em Petrópolis Garden", diz o caminhoneiro Luiz Gonzaga Rodrigues.
Na borda da poças vai encontrar muitos girinos e larvas devem se transformar em sapos. A bióloga Mary Ann Scott explica que as chuvas freqüentes fazer aumentar a quantidade de poças. Esses ambientes com água são favoráveis à reprodução de animais. "Sapos não são vetores de qualquer doença. Eles são comedores de mosquito Aedes aegypti, os mosquitos será a comida deles. Frogs irá reduzir a infestação de mosquitos nesses bairros",
De acordo com o biólogo, não há motivo para pânico. "As rãs estão se movendo porque eles nasceram em poças e vai migrar para as áreas do projeto que estão próximas a este bairro. Eles não serão em áreas urbanas, a população não precisa ter medo e não deve matar os sapos, porque eles ajudam, alimentando-se de insetos e aranhas.

Fonte: G1/Globo
SHARE

Universidade Ufo Brasileira

A universidade Ufo Brasileira é um site para noticiar sobre casos ufo e os mistérios do universo..

  • Imagens do dribble
  • Imagens do twitter
  • Imagens do pinterest
  • Image
  • Imagens do instagram
Postar um comentário
dese